Breadcrubs
XF, UP, PRF e Sync nos Playoffs - Resumo 2ª Divisão J13 e 14
single

Os dias 11 e 12 de março foram decisivos para a 2ª Divisão da LPCS. Com a tabela de pontos muito equilibrada uma vitória ou um percalço poderiam significar a diferença entre fazer ou não parte do top 4 ou até mesmo assegurar ou não a manutenção na prova para o próximo split.

A semana começou com Eyeshield Esports e Andaime a jogarem em Mirage. Na primeira parte, a equipa dos Andaime, que disputava diretamente com os seus adversários a possibilidade de perda do seu lugar na prova, mostrou-se bastante descoordenada a atacar nas primeiras rondas, mas mais perto da 2ª parte começou a recuperar. Os Eyeshield começaram a revelar dificuldades a jogar a CT, mas conseguiram um 9-6 ao intervalo. Com os papeis invertidos os Andaime mostraram-se melhores a defender e fecharam o encontro na 26ª ronda sem grandes problemas. Os Eyeshield conseguiram apenas um ponto na segunda parte tendo a partida encerrado assim com um 10-16 a favor dos Andaime. O MVP ficou com o “baDzi”, que fez um K/A/D de 28/0/15. Coim este resultado os Andaime empatam em vitórias com os Eyeshield no fundo da tabela.

Seguiu-se o jogo entre Electronik Generation e GTZsync em Inferno. A primeira parte foi bem disputada entre os dois lados, mas foram os GTZ que conseguiram a vitória na primeira parte na 13ª ronda. No entanto, as abelhas conseguiram recuperar os problemas iniciais a segurar os bombsites com uma grande ajuda do “spk” e do “tcheka” e a primeira parte fechou apenas com a vantagem mínima para os GTZsync. A segunda parte também foi bastante renhida e o encontro foi levado a overtime. Embora os EGN tivessem alcançado uma vantagem de 15-12 à 27ª não conseguiram fechar o jogo por complicarem nas suas escolhas estratégicas e no overtime levaram apenas uma ronda a atacar. A equipa dos GTZsync revelou-se mentalmente mais forte e esse acabou por ser um fator chave para o resultado final de 16-19 a seu favor. O MVP da partida foi o “AUZ” com um score de 34/8/24.

XF Iberia e Galatics Esports encontraram-se em Mirage, num jogo de maior importância para os Galatics cujo objetivo é cimentarem definitivamente o seu lugar na tabela. A primeira parte indicava um resultado bastante mais one sided do que realmente foi, mas depois de terem estado a perder por 8-1 foi a vez dos Galatics pontuarem com consistência e acabaram por chegar ao intervalo com um 9-6 a favor da XF Iberia. Na segunda metade a XF chegou perto do empate, mas a partir da 22ª ronda o jogo só deu XF e o encontro fechou com um 16-10 e destaque para o “Slaxx” e o seu score de 28/2/12.

Fechámos a noite de volta ao mapa Inferno para acompanhar GrowUP contra Prinfor Esports, num encontro em que os UP conseguiram uma primeira parte bem-sucedida, chegando ao intervalo com um 11-4 em mãos. Na segunda parte, os UP tiveram algumas dificuldades na reta final para fecharem a partida, mas agraças a um bom trabalho do “axoN” a equipa chegou ao match point na 28ª ronda e de seguida fechou as contas com um 16-13 a seu favor. O destaque da partida foi para o “snapy”, que fez um score de 27/2/22.

A última jornada da fase regular do split arrancou com Prinfor e EGN a jogarem em Inferno. A partir da 4ª ronda a Prinfor conseguiu começar a pontuar consistentemente enquanto jogava a CT. No entanto, tirando partido de erros da Prinfor, e embora tivessem dificuldades em segurar o plant, os EGN iniciaram uma recuperação nas rondas finais do primeiro tempo. A primeira parte fechou com um 9-6 a favor da Prinfor. Com os papeis invertidos a Prinfor conseguiu ser bastante melhor e com os EGN a cometerem erros que lhes custaram bem caro, a partida com um 16-8 a favor da Prinfor. Mais uma vez foi “gotah” que voltou a brilhar na sua equipa e a ser um elemento chave para a sua vitória. O seu score final foi 27/5/12.

O encontro entre XF Iberia e Eyeshield resultou num default a favor da XF, o que permitiu á equipa encerrar este split tendo sofrido apenas uma derrota.

Continuámos em Inferno apara o Bo1 entre GTZsync e Galatics. Os Galatics entraram bastante bem na primeira parte, permitindo aos seus adversários abrirem o marcador para o seu lado apenas na 8ª ronda. A vitória para os GTZsync na primeira parte ficou assegurada na 11ª ronda, mas o resultado não foi de todo, ao contrário do que parecia inicialmente, one sided. Os GTZsync chegaram ao intervalo a vencer apenas pela vantagem mínima. A segunda permaneceu bastante renhida com as equipas a trocarem rondas para cá e para lá, até que chegou a altura de resolver as coisas no overtime. Os Galatics arrancaram bem no overtime a tacar, mas as coisas ficaram apenas por aí, visto que todos os pontos restantes ficaram na posse dos seus adversários, tendo a partida encerrado com um 16-19 para os GTZsync. O MVP foi entregue ao “marq”, que fez um K/A/D de 27/3/23.

Para o jogo que iria decidir o aspeto final da tabela do split Andaime e UP escolheram jogar em Inferno. Na primeira parte os Andaime jogaram a CT e viraram a mesa em cima de uma equipa dos UP que chegou a estar a vencer por 1-6. A proatividade e agressividade dos Andaime deu resultado e permitiu-lhes fechar a primeira metade do jogo a vencer pela vantagem mínima. Na segunda parte, quem iniciou uma recuperação depois de estarem a perder por 14-9 foram os UP, que fizeram os seus oponentes suar até à última ronda. O quinteto conseguiu o empate à 24ª ronda e chegada a hora do tudo ou nada concluiu a sua recuperação fechando com um 14-16 final. O destaque do jogo ficou com o “snapy”, cujo score ficou pelos 28/3/22

Com os resultados desta semana a tabela da segunda divisão encerra da seguinte forma:

Apesar do empate em número de pontos os UP ultrapassam a Prinfor devido a resultados obtidos em confronto direto. Já no caso dos GTZsync e Galatics, os GTZ ocupam o 4º lugar devido a um número maior de rondas conquistadas durante o split.

A 2ª Divisão da LPCS regressa nos dias 21,23 e 24 de março com os Playoffs na Twitch!
Se perderam algum jogo desta fase regular podem encontrar todos os jogos no Youtube!


Top