Breadcrubs
Comunicado sobre o jogador dos Offset Esports: Renato "stadodo" Gonçalves
single

A Liga Portuguesa de Counter-Strike recebeu uma denúncia sobre um possível caso de match fixing no jogo da primeira jornada entre Offset Esports e TeamHD, envolvendo o jogador Renato "Stadodo" Gonçalves. A partir desse momento o conselho de arbitragem da Liga Portuguesa de Counter-Strike inciou uma investigação tendo o objetivo de apurar a verdade dos factos ocorridos. 

Após esta investigação, o conselho de arbitragem chegou à conclusão, e de forma inequívoca, que a prestação do jogador foi totalmente legítima e que procurou, em conjunto com a sua equipa, a vitória durante todo o encontro. Assim, ficou, depois da investigação e no entender do conselho de arbitragem, claro e inequívoco que não houve uma tentativa por parte do jogador Renato "stadodo" Gonçalves de prejudicar a sua equipa em prol de influenciar o resultado final do jogo, com impacto negativo para os Offset Esports. 

No entanto, no processo de investigação foi descoberto que o jogador Renato "stadodo" Gonçalves realizou, já no período de competição da Liga Portuguesa de Counter-Strike, apostas em competições de CS:GO, nomeadamente a segunda divisão desta liga, o que viola claramente o regulamento estipulado que é claro sobre não ser permitido a jogadores da liga apostarem em nenhuma competição do jogo e, consequentemente, em nenhum jogo da liga seja primeira ou segunda divisão.

No final desta investigação, tendo tido em consideração todas as provas que foram recolhidas e que o jogador Renato "stadodo" Gonçalves já se encontrava sob aviso numa situação explanada em comunicado no dia 05/02/2019, o conselho de arbitragem decidiu aplicar a seguinte penalização ao supracitado jogador com efeito imediato e passível recurso:

- Suspensão de um jogo;

Esta decisão teve em consideração os seguintes pontos do regulamento em vigor: Livro II - Artigo 34º, ponto 1,  alínea o); Livro II - Artigo 34º, ponto 3, alínea b).

Tendo em conta que a equipa dos Offset Esports não tem mais nenhum jogador inscrito que possa render o jogador suspenso e, pela questão de tempo que separa a decisão e o jogo, não poderá inscrever nenhum free agent, o que provoca:

- Derrota por default no jogo referente à 14ª jornada frente aos ASP Esports;

- Perda de 7,5% do prizepool total referente à prestação dos Offset Esports.

Esta situação advém dos artigos: Livro IV, Artigo 80º, alínea 2); Livro III, Capítulo III, Artigo 55º, alínea 2).

A Liga Portuguesa de Counter-Strike volta a repudiar totalmente este gênero de comportamentos e espera que no futuro todos os envolvidos mantenham uma atitude correta e que vá de encontro ao regulamento estipulado.


Top