Breadcrubs
FTW e UP na 1ª Divisão
single

Nos dias 18,19 e 20 de abril a LPCS regressou ao ativo com o torneio de Relegations, onde Team HD, For The Win Esports Club, 6º e 7º classificados da 1ª Divisão, GrowUP Esports e Prinfor Esports, 2º e 3º classificados da 2ª Divisão, batalharam pela conquista das duas vagas disponíveis na prova principal da liga!

O Bo3 entre For The Win Esports Club e GrowUP começou com Inferno e com a fénix a atacar. A partir da 6ª ronda a FTW conseguiu estabilizar na partida e pontuar mais consistentemente, chegando ao intervalo a vencer por 6-9. Na segunda parte os GrowUP tentaram, mas apenas conseguiram pontuar por duas vezes, um delas logo na 16ª ronda. A equipa renovada da FTW arrancou da melhor forma no relegations com “gotah” a conseguir várias multikills para ajudar a sua equipa.
O mapa escolhido pelos UP foi Mirage, mas quem começou melhor foi a fénix com direito a uma triple kill do “Lour0” para abrir as hostilidades. A FTW conseguiu 6 pontos a atacar antes dos seus adversários se adaptarem e começarem a virar as contas. Numa primeira parte que podia ter sido muito pior para a sua equipa os UP conseguiram fazer a FTW suar saindo a perder apenas pela vantagem mínima ao intervalo. O resultado tão aproximado na primeira parte tornou-se num prenúncio para o resto da partida, durante a qual as equipas foram constantemente trocando rondas entre si sem que houvesse uma clara vantagem para qualquer um dos lados. A partida chegou ao número impressionante de 72 rondas das quais foi a equipa dos GrowUP que surgiu vencedora com o resultado final de 37-35. O destaque da partida ficou com o “Dante” que assinou 69 kills depois de ter conseguido um T side muito bom e um CT side um pouco mais apagado, mas acabando por ser um elemento chave para a motivação da sua equipa e para a vitória da mesma.
O mapa decisivo foi Overpass, onde os GrowUP ficaram um pouco aquém a atacar na primeira parte, conseguindo pontuar apenas nas duas primeiras rondas e só mais tarde arrancar mais três pontos à fénix para fechar o resultado a 10-5 ao intervalo. O “tero” abriu a segunda parte com uma triple kill e os UP deram início a uma recuperação chegando ao empate à 20ª ronda. No entanto foi aí que a FTW começou a responder. O duelo entre as duas equipas foi renhido até ao fim e foi muito equilibrado, mas o “Lour0” usou a sua AWP para colocar a sua equipa em posição de match point na 28ª ronda e os UP ficaram numa situação bastante complicada devido à desvantagem económica em que se encontravam. O resultado final foi de facto um 16-13 e após uma serie à melhor de 3 muito renhida a FTW avançou na winners bracket.
No que toca ao destaque ao longo da serie o jogador com mais kills foi o “NOPEEJ ”, que foi uma das peças chave tanto em Mirage como em Overpass, somando um total de 106 kills. Ao “NOPPEJ” seguiu-se o “Dante” do lado dos UP com um total de 103 kills conseguidas.

O encontro entre Team HD e Prinfor Esports resultou num default por parte da Prinfor a favor dos Team HD colocando os galos frente à FTW para o Bo3 seguinte.

No jogo dos Team HD contra a FTW em Inferno, a AWP do “casN”, uma das novidades do plantel renovado da equipa, parece ter trazido mais estabilidade à equipa e mostrou-se uma das peças fundamentais para a execução do seu plano de jogo. A primeira parte foi bem disputada entre ambos os lados e terminou com um 6-9 ao intervalo com a fénix em vantagem graças a iniciativas de controlo rápido do meio e da zona da banana para se impor sobre os seus adversários. Os Team HD apareceram tarde para jogar a segunda parte, tendo em conta que estiveram a perder por 6-14 até conseguirem começar a pontuar. No entanto, a FTW teve dificuldades em fechar o jogo e a equipa atacante esteve muito perto de levar o jogo a overtime. Infelizmente, para os galos o esforço não foi suficiente e o primeiro mapa acabou com o resultado final de 14-16 com o “gotah” a selar a vitória da sua equipa com uma triple kill.
Em Train a agressividade e bom controlo do popdog deu frutos para a fénix, com o “whatz” a mostrar-se muito forte na primeira parte e a conseguir várias multikills para a sua equipa. A segunda parte trouxe flashbacks do mapa anterior. A FTW mostrou-se mais estável inicialmente e conseguiu uma vantagem considerável de 13-7 em relação à equipa CT. Contudo, mais uma vez os galos começaram, a correr atrás do prejuízo e obrigaram a fénix a lutar pelos pontos finais. Ao simplificar um pouco as suas estratégias a FTW começou a conseguir reagir alcançando o matchpoint na 26ª ronda para a sua equipa.  Com os HD muito batidos economicamente o resultado final acabou por ser um 16-11, que carimbou o lugar da FTW na 1ª Divisão da liga no próximo split. O destaque na serie foi atribuído ao “whatz” que conseguiu 63 kills totais nos dois mapas, incluindo 11 entry kills.

Team HD e GrowUp disputaram a última vaga para a 1ª Divisão começando por Overpass. A primeira parte deste mapa acabou por ser bastante onesided para os UP, tendo o resultado ficado pelos 4-11, apesar de algumas falhas por parte dos UP e de a 15ª ronda ter encerrado com um ponto para os galos com destaque para uma Triple kill da AWP do “casN”. Com os papeis invertidos os UP continuaram a mostrar-se a equipa mais consistente e proficiente no mapa e o resultado final foi um 7-16, obrigando os novos Team HD a vencer os dois mapas seguintes para conseguirem manter-se na 1ª Divisão.
A primeira parte do mapa Mirage foi bastante renhida e as falhas de sinergia e a hesitação por parte dos GrowUP acabaram por lhes custar caro. Os HD chegaram ao intervalo a vencer pela vantagem mínima. No segundo tempo, os UP voltaram a vencer a ronda de pistolas, acabando por conseguir quatro pontos consecutivos antes de os galos reagirem na 20ª ronda. No entanto a resposta dos galos foi sol de pouca dura, pois esse foi o único ponto que conseguiram na segunda parte. O resultado foi um 16-9 para os UP e um 0-2 na serie, que confirmou a sua presença na prova principal da liga juntamente com a FTW. O MVP da serie foi para o “snapy” que somou um total de 48 kills, das quais 12 foram entry kills.

Com estes resultados as equipas preparam agora a etapa seguinte que terão pela frente, pois quer na 1ª quer na 2ª Divisão uma coisa é certa, apesar de os objetivos serem diferentes no fundo todas elas querem o mesmo, ou seja ganhar, e os desafios não serão fáceis.

A LPCS regressa em breve com o arranque do 2º split na Twitch!
Se perderam a oportunidade de acompanhar algum jogo podem encontra-los todos no Youtube!


Top